Você sabe o que é a depressão?

Você sabe o que é a depressão?

A tristeza é uma reação normal às situações de vida. Em muitos momentos de nossas vidas nos sentimos tristes e sem ânimo para fazermos determinadas atividades. Diferente da tristeza normal, ou “baixo astral” que todos nós apresentamos, às vezes, os transtornos depressivos alteram o modo como as pessoas pensam, sentem e se comportam. O fato é que eles se prolongam e se tornam mais graves do que poderia ser atribuído a certos acontecimentos do cotidiano.
A depressão pode aparecer em qualquer momento da vida de um indivíduo. É uma doença, que afeta mais de 350 milhões de pessoas de todas as idades, raças ou classes socioeconômicas em todo o mundo.

A depressão interfere nas atividades da vida diária, tais como trabalhar ou concentrar-se em tarefas, ou mesmo comer e dormir. A pessoa depressiva deixa de ter prazer na vida, como anteriormente tinha. Apresenta desinteresse pelos amigos, família, lazer, hobbies, trabalho, saúde e pode sentir-se esgotado, muitas vezes o tempo todo. Algumas pessoas sentem-se irritadas por longos períodos. Outros possíveis sintomas da depressão incluem dores crônicas, dores de cabeça ou dores de estômago, dentre outras.

QUAIS SÃO OS SINTOMAS?
Os sinais de depressão podem variar de pessoa para pessoa, mas os observados com maior frequência estão relacionados no quadro abaixo:
• Tristeza persistente, ou “sensação de vazio”.
• Sentimentos de desesperança e pessimismo.
• Sentimento de culpa, inutilidade, desamparo.
• Perda de interesse e prazer em atividades que normalmente eram agradáveis, inclusive atividade sexual.
• Desejo de ficar sozinho na maior parte do tempo.
• Cansaço após pequenos esforços.
• Dificuldade para concentrar-se e tomar decisões.
• Autoestima e autoconfiança reduzidas.
• Sono perturbado (insônia, despertar matinal precoce ou sonolência excessiva).
• Problemas de apetite, emagrecimento ou ganho de peso.
• Sintomas físicos e persistentes que não respondem a tratamento, por exemplo: dor de cabeça, distúrbios digestivos e dor crônica.
• Ideias recorrentes sobre morte e suicídio.

QUAIS SÃO AS CAUSAS?
Ainda não se conhecem todas as causas da depressão, mas sabe-se que uma pessoa pode desenvolver um transtorno depressivo, devido à combinação de fatores biológicos (redução ou excesso de certas substâncias neuroquímicas), emocionais (pessoas com baixa autoestima, que veem a si mesmas e ao mundo com pessimismo, ou que se deixam facilmente abater pelo estresse, são predispostas à depressão) e genéticos (a depressão é mais frequente em certas famílias e pode ser herdada ou não).

A DEPRESSÃO É IGUAL PARA TODO MUNDO?
Não. Há várias formas ou tipos de depressão. A depressão pode ser leve, moderada ou grave.
Algumas pessoas têm um único episódio de depressão durante a vida, outras apresentam várias recaídas.
Em alguns, os sintomas começam repentinamente, sem causa aparente, em outros podem ser associados a condições de vida ou estresse. Há casos, em que os sintomas são graves e incapacitantes, e outros, em que o indivíduo consegue continuar desempenhando normalmente suas atividades cotidianas.

A DEPRESSÃO PODE SER TRATADA?
Sim, e requer ajuda profissional. Importante salientar que a depressão tem tratamento que “funciona”. Os sintomas e a gravidade da depressão diferem de pessoa para pessoa e, assim, o tratamento poderá variar de acordo com a necessidade individual. Pode-se usar medicamentos, psicoterapia ou, ainda, a associação de ambos.

Existe uma variedade de medicamentos antidepressivos. Com os medicamentos, a pessoa obtém alívio relativamente rápido dos sintomas. Mas, saiba que nem todo medicamento funciona igualmente para todo mundo. Nunca se deve tomar uma medicação receitada a um amigo ou parente. Só o médico pode avaliar qual é o melhor medicamento para cada caso. Também é importante continuar a tomar o medicamento até que o médico o suspenda, mesmo que o paciente já se sinta bem.
A psicoterapia ajuda o indivíduo a descobrir maneiras mais eficazes de lidar com os problemas diários. Existem vários tipos de psicoterapia. A escolha depende da formação do psicoterapeuta.
Com a associação de ambos, medicamento e psicoterapia, costuma-se ter melhores resultados.

O QUE DEVO FAZER SE PERCEBER QUE UMA PESSOA AMIGA ESTÁ DEPRIMIDA?
Infelizmente, muitas pessoas não procuram tratamento para sua depressão ou porque não reconhecem os sintomas, ou porque têm dificuldade em pedir ajuda por se sentirem envergonhadas ou culpadas. Por conta disso, passam por tanto sofrimento desnecessário, pois grande parte do problema pode ter auxílio. A depressão destrói a energia e a autoestima, além de interferir na capacidade ou na vontade de se pedir ajuda.

ONDE POSSO PROCURAR AJUDA?
Se você tem parente ou amigo próximo com sintomas iguais ou parecidos com esses enfocados, incentive-o a procurar um especialista em saúde mental. Você pode encontrar ajuda em ambulatórios de saúde mental. Alguns centros de saúde, hospitais psiquiátricos e universidades possuem serviços de saúde mental, você pode ligar e informar-se. Há também clínicas de psiquiatria e psicologia. Se você não conhece um profissional da área da saúde mental, peça uma indicação para um profissional da área médica.

1 Comments

  1. Pingback: Abnéia Brocanelli

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>