Como lidar com quem promete e não cumpre?

Como lidar com quem promete e não cumpre?

Pergunta: Como lidar com quem promete e não cumpre?

Adegilson e Michele

Resposta: Pessoas que prometem e não cumprem estão por toda parte!

Uma hora ou outra, todos nós acabamos nos defrontando com essas situações. Quem nunca ficou aborrecido aguardando uma visita agendada que não aconteceu? Ou com o não cumprimento da entrega dos serviços ou produtos de alguém que você contratou, dentre  tantas outras promessas? Como isso é frustrante!

Honestamente, eu mesma me deparo com várias dessas pessoas em meu dia a dia: pessoas que não cumprem prazos, que não pagam o que devem…  aí, você tenta contato, elas simplesmente não te atendem, como se não estivesse acontecendo nada.

Como seria bom se as relações fossem mais verdadeiras! Se houvesse mais respeito entre as pessoas, se as palavras e prazos prometidos fossem cumpridos! Penso que seria importante que todos refletissem antes de fazer uma promessa, que não prometessem coisas além do seu alcance, que parassem de enganar, de ludibriar. Afinal, não cumprir o combinado é um grande desrespeito para com o outro!

 Mas,  o mundo não é assim e há  pessoas que, infelizmente, só têm compromisso consigo mesmas, só estão preocupadas com os próprios interesses, e querem levar vantagem em tudo.

Infelizmente, aqui no Brasil, parece ter se tornado natural e cultural as pessoas não cumprirem o combinado e ficar tudo por isso mesmo.  Reclamar não é algo bem visto por aqui.

   Mas, deixarmos para lá em todas as situações pode se desrespeitoso conosco, não é? Então, o que fazer?

Devemos aprender a lidar com o mundo do jeito como ele é e não do jeito que a gente gostaria que fosse! Não podemos mudar o mundo, não podemos mudar as outras pessoas. Mas podemos mudar a nós mesmos, mudar nossas atitudes com relação a essas pessoas.

É fato que, muito do que achamos que era verdade, foi dito apenas da boca para fora. Portanto, para evitar mal-entendidos, assim que alguém lhe prometer algo,  resuma o que entendeu da situação, confirmando se realmente compreendeu o que foi prometido. Esteja certo de que realmente ficou esclarecido o que foi combinado entre vocês.

Quando aquilo que foi prometido não for cumprido,  a princípio você poderá  tentar lembrar a pessoa do que prometeu.  É prudente sempre avaliar cada situação em particular. Algumas coisas eventuais podemos relevar!  Veja, também, se não há razões válidas para que a pessoa tenha falhado nesse quesito.  Ou seja: pode ser que essa pessoa realmente esteja com algum problema para cumprir o prometido.  Se esse for o caso, é  importante termos empatia, sermos pacientes e darmos um prazo maior para que ela cumpra a promessa.

Se a falta de palavra estiver persistindo,  aí, sim, sugiro não deixar passar muito tempo, para que promova uma conversa aberta. Tente resolver da melhor forma possível.    Você não pode obrigar alguém a cumprir uma promessa, mas, se você não fizer nada, o outro pode concluir que poderá continuar te tratando com desrespeito.

Ocorre que, você pode ter passado por diversas situações em que o outro fez promessas sérias sem cumpri-las, por várias vezes, e você não tomou nenhuma atitude. Você pode  ter ficado esperando que a pessoa mudasse com o tempo. Mas há pessoas que se aproveitam da nossa boa vontade ou bondade, para tirarem alguma vantagem.  Algumas delas, além de não cumprirem o combinado,  ainda poderão fazer um jogo, colocando a culpa em você. Podem dizer, por exemplo, que não ficou nada especificado qual seria a parte dela no combinado.

Se você percebeu que uma determinada pessoa realmente não cumpre o que é combinado, por diversas situações,  não tente mudar a pessoa, não gaste sua energia com pessoas que não querem mudar. Mude você suas atitudes no trato com ela.

Eu sei que, dependendo de quem for essa pessoa que não cumpre o combinado, enfrentar essa situação pode ser um desafio!   Às vezes, os que não cumprem o prometido são familiares, por exemplo. Não temos como nos afastar dessas pessoas.  Nesse caso, minha sugestão é que você converse francamente com a pessoa , enfatizando o que espera dela. Se necessário for, busque ajuda profissional. Um psicólogo clínico pode ajudá-lo a pensar qual seria a melhor maneira de lidar com essa situação específica.

Algumas dicas:

  • Não acredite em tudo o que lhe dizem logo de cara. Procure conhecer a pessoa, busque por informações.
  • Não deposite esperanças nas promessas alheias. Não estou afirmando que tenhamos que nos tornar descrentes de todos, pois há muitas pessoas com quem podemos contar. Mas ir dando credibilidade a todos pode fazer de você uma vítima de mal-intencionados.
  • Se, por exemplo, for uma relação profissional,  faça um contrato, especificando como se desenvolverá o que foi combinado.  Se não for cumprido, converse e tente um  acordo. Se não se chegar a um acordo, busque os meios legais para resolver o problema, e não contrate os serviços desse profissional outra vez. Também não o indique aos seus amigos.
  • Se for uma pessoa próxima, repense se vale a pena manter o relacionamento com ela. Se valer a pena, tente conversar, mas saiba discernir quando é hora de se afastar. Se for necessário, pare de se relacionar com essa pessoa.

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>