Os opostos se atraem?

Os opostos se atraem?

Os opostos podem se atrair num primeiro momento. A atração por opostos é muito comum, especialmente na adolescência.  

No início do namoro, uma pessoa diferente pode parecer sedutora! Principalmente quando a pessoa não está satisfeita com o seu modo de ser, estar com alguém que seja completamente diferente pode ser muito atraente. Durante o período de namoro, os obstáculos começam a aparecer, mas podem não ficar tão evidentes, ou as pessoas estabelecem uma crença na possível mudança do outro. 

Após o casamento, porém, os conflitos podem se tornar gigantes. Como tomar decisões em comum com tantas diferenças? Como criar filhos, se os valores são divergentes?  

É quando tem início a pretensão de se modificar o outro, mas como ninguém muda ninguém, a vida do casal torna-se cheia de conflitos, desgastes e as diferenças vão ficando cada vez mais incômodas.  

Em outros casos, um dos cônjuges se anula. Quando você deixa de agir naturalmente para agradar a outra pessoa, quando suas preferências ficam em segundo plano, quando você tem que renunciar a muitas coisas que são importantes para você, o relacionamento tende ao fracasso. 

O resultado dessas uniões infelizes, em geral, é o divórcio. E a principal causa de divórcios parece ser a união de incompatíveis. 

Muitas pessoas se casam ainda muito jovens, sem preparo para lidar com os desafios do casamento. À medida que amadurecemos, vamos nos conhecendo melhor e percebemos qual é o tipo de pessoa que combina com a gente. 

Normalmente, os relacionamentos que costumam dar mais certo, são aqueles em que as pessoas são compatíveis em valores e em fatores motivadores da vida

É um desafio encontrarmos gente parecida com a gente! Mas, quando elas nos surgem, o sentimento é de tranquilidade. Ah!  Como é bom nos relacionarmos com alguém parecido com a gente! Você não precisa se esforçar muito para agradar. Quando chega o final de semana, ambos se sentem confortáveis fazendo as coisas juntos, se divertindo juntos, conseguindo ter sempre uma conversa interessante! Quanto mais coisas você tem em comum com uma pessoa, mais confortável e confiante se sente. E isso irá gerar coisas boas, como: cumplicidade, companheirismo, empatia. 

É claro que sempre existirão diferenças, ajustes. Manter um relacionamento é uma arte, em que apenas familiaridade e amizade não são suficientes para sustentar um relacionamento amoroso. É preciso algo mais. O parceiro que você escolher deve ser capaz de tornar a viagem interessante, abrindo seus olhos para novos pensamentos, novas ideias e novos horizontes, enquanto vocês seguem em frente. 

O fato é que é preciso encontrar alguém que nos entenda e nos complemente, alguém que seja parecido com a gente, em alguns aspectos, e diferente em outros. Ou seja, uma pessoa que seja compatível em valores, mas que tenha uma personalidade diferente da nossa. Exemplifico: uma pessoa mais séria pode se sentir muito bem ao lado de outra com bom senso de humor. Isso pode trazer mais leveza à relação! Ou uma pessoa mais temerosa pode gostar muito de estar ao lado de outra, que é mais encorajadora e destemida.

 

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>