Cozinha Terapêutica

Cozinha Terapêutica

Em tempos de pandemia, muitas pessoas tiveram que sair da zona de conforto e começaram a cozinhar os seus próprios alimentos.

Você sabia que cozinhar pode fazer bem também para a saúde mental?

Há um conjunto de benefícios mentais e emocionais quando dedicamos algum tempo ao fogão. Pode ser um santo remédio para acalmar a mente e a alma!

A “cozinha terapêutica” tem sido usada como parte do tratamento para uma ampla gama de condições de saúde mental e comportamental, incluindo depressão, ansiedade, distúrbios alimentares, TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade) e dependência.

Uma ligação óbvia entre cozinhar e ter saúde mental é a nutrição. Diferente de comprar comida industrializada pronta, cozinhar é uma ótima forma de você poder escolher os ingredientes que mais te agradam e que fazem bem para a saúde. Para mantermos um cérebro saudável, é preciso estarmos atentos aos alimentos que consumimos e é claro que é mais fácil controlar a qualidade da sua alimentação quando você mesmo prepara a sua comida.

Cozinhar envolve concentração e dedicação.

Chamamos de “atenção plena” o estado mental que você alcança quando se concentrar totalmente no que está fazendo no momento.  A atenção plena, propicia bem-estar físico e emocional.

A elaboração dos alimentos exige bastante atenção.  É preciso escolher uma receita, cortar os alimentos, preparar e misturar os ingredientes…  Você mexe com faca, com fogo, não pode deixar queimar os alimentos…   É necessária uma integração sensorial (usamos todos os nossos sentidos para cozinhar). Enquanto você está concentrado no preparo da comida, pode se desconectar dos seus próprios problemas por um tempo, não ruminando problemas passados e nem se preocupando com problemas futuros.

Ao cozinharmos, podemos também dar vazão à nossa criatividade.  Melhor do que seguir uma receita pronta é poder arriscar novos temperos e ingredientes e criar os seus próprios pratos. Aprender a combinar novos alimentos, experimentar texturas diferentes, brincar com novos sabores pode ser bastante saudável para a nossa mente. As pessoas reduzem o estresse quando têm alguma forma de dar asas à sua imaginação, como, por exemplo, preparando um bolo diferente.

Em muitas sociedades, a comida representa uma expressão de amor.  Cozinhar pode ser uma ótima maneira de demonstrar amor e carinho para aqueles que você ama. Não há nada como ver o sorriso deles, quando comem uma comida que você mesmo preparou. A sensação é de realização.  E esse sentimento acaba servindo de incentivo para cozinhar outras vezes.

Cozinhar na companhia de alguém pode ser divertido, gratificante e bastante enriquecedor, além de estimular a comunicação e a cooperação.

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>