Como controlar a ansiedade causada pela pandemia do coronavírus?

Como controlar a ansiedade causada pela pandemia do coronavírus?

A OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou na última quarta-feira (11), estado de pandemia do novo coronavírus. Diz-se pandemia quando uma doença não se restringe apenas a uma região específica, mas, sim, se espalha por todo o globo.   Segundo a OMS, o número de casos, mortes e países afetados só deve aumentar. 

A Covid19 é uma doença resultante de um novo vírus e os cientistas estão aprendendo sobre como combatê-lo. À medida que descobrem, informam as autoridades. O fato é que todos estamos conectados, e estamos sendo bombardeados com uma grande quantidade de informações, compartilhadas a todo segundo. Nem todas as informações divulgadas são corretas, há muitas fake news. A grande quantidade e variedade de informações traz para a gente uma sensação de incerteza, e essa sensação tem deixado todo mundo um pouco preocupado.   Estamos nos sentindo inseguros, pois não sabemos ainda o que acontecerá nos próximos dias. E o fato é que nós, seres humanos, temos pavor de incertezas! É difícil manter a calma diante de um quadro de incerteza. Quando não temos nada para fazer para controlar a situação, isso pode nos gerar ansiedade. 

Diante da situação, duas têm sido as reações: há aqueles que estão se defendendo, fingindo que o problema não existe e, no outro extremo, há os que estão entrando em pânico. Nenhum dos extremos é bom!  Devemos estar atentos, sim, mas não precisamos entrar em desespero!   

As autoridades estão tomando medidas de contenção da pandemia e, diante do quadro, cada um de nós passou a ser responsável por frear as transmissões. Como? Seguindo as recomendações que estão sendo divulgadas. 

Em situações de crise, devemos nos unir, nos apoiarmos mutuamente e agirmos com coragem! A insegurança coletiva está nascendo de uma situação que a gente ainda não pode controlar.  Precisamos aprender a tolerar a incerteza! 

 

ALGUMAS RECOMENDAÇÕES: 

  • Busque informações em fontes confiáveis. Siga os hábitos adequados de higiene e prevenção recomendados pelas autoridades de saúde. 

 

  • Seja realista, não fique em pânico! Mantenha uma atitude otimista e objetiva. A calma é o melhor remédio! Siga as medidas de prevenção e continue vivendo a sua vida.  

 

  • Evite informações excessivas, ficar vendo imagens e informações alarmistas ou ficar falando sobre isso o tempo todo! Informação demais leva a preocupações desnecessárias: regule o seu tempo de exposição e leitura sobre o tema. Estar permanentemente conectado não vai te ajudar! Só poderá aumentar desnecessariamente o seu nervosismo.   Há muitas outras coisas acontecendo ao seu redor. 

 

  • A desinformação é o pior dos vírus: vacine-se contra as fake news. Não espalhe notícias falsas nem boatos.

 

  • Informe a sua família e amigos de maneira realista. Ajude-os a manterem a calma, nada de transformar tudo em catástrofe! Não alimente o medo das outras pessoas. 

 

Abnéia Brocanelli

Psicóloga Especialista em Psicologia Clínica

CRP 06/43683-1 

www.abneiabrocanelli.com.br 

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>